MPCE quer saber quem espancou idoso morto após maus-tratos na Casa de Jacó

O Ministério Público do Estado do Ceará, depois de desmontar uma casa de acolhimento sob suspeita de maus-tratos e venda de drogas em Juazeiro do Norte, agora quer identificar quem espancou Antônio Pereira Sobrinho, de 64 anos, que morreu na última segunda (2), no Hospital Regional do Cariri, após ser retirado do local. 

Relembre
No dia 20 de novembro, uma operação em conjunto com as policias Civil e Militar constatou que os internos viviam em cárcere em condições insalubres. De acordo com a investigação, há suspeitas de venda de drogas na casa que seria de reabilitação. Ex-internos foram ouvidos na Delegacia Regional de Polícia Civil de Juazeiro. 

Segundo relato do promotor Flávio Côrte, que participou da operação, Antônio Pereira foi encontrado com um vazamento de ar no pulmão. Após atendimento pelo SAMU ele foi enviado para o Hospital Regional do Cariri. Houve um agravamento do quadro clínico e o homem não resistiu, falecendo doze dias depois de sofrer as agressões, tendo o corpo recolhido pela Perícia Forense na terça-feira, dia 3. 

Em entrevista a TV Verdes Mares nesta quinta (5), a promotora Alessandra Magda afirmou que já uma triagem para ouvir os relatos de espancamentos, e que possível este tipo de conduta ter sido praticada por próprios internos e por obreiros da Casa de Jacó, no bairro Tiradentes.          

(Fonte: Site Miséria)

Fonte: Gazeta Cariri

Comente